Rutilo

Cristal de rutilo de 1.82 mm. Matteo Chinelatto. Mindat.org.

Fonte: Cristal de rutilo de 1.82 mm. Matteo Chinelatto. Mindat.org.

ÓXIDO SIMPLES DO GRUPO DO RUTILO. POLIMORFO DO ANATÁSIO E DA BROOKITA. 

Fórmula: TiO2.

Cristalografia: Sistema Tetragonal, classe Bipiramidal Ditetragonal.

Eixos cristalográficos. Museuhe.com.br.Índices de Millers. Museuhe.com.br

Fonte: Eixos cristalográficos e Índices de Miller. Museuhe.com.br

 

PROPRIEDADES FÍSICA

Cor: vermelho sangue, amarelo acastanhado, vermelho acastanhado, amarelo, preto acinzentado, preto, marrom, azulado ou violeta.

Brilho: adamantino a submetálico.

Diafaneidade: transparente a opaco.

Tenacidade: quebradiço

Dureza: 6 - 6,5 (Escala de Mohs).

Clivagem: boa em {110}, distinta em {100} e descontínua em {111}.

Fratura: irregular a subconchoidal.

Partição: {092} e {011}.

Hábito: cristais prismáticos, às vezes fibrosos ou aciculares, frequentemente geminados em joelho. Compacto, maciço e granular.

 

PROPRIEDADES ÓPTICAS

Cor em lâmina: amarelo, marrom, vermelho, roxo, marrom escuro, marrom avermelhado.

Pleocroísmo: distinto.

Fórmula pleocróica: E = amarelo, marrom, verde amarelado, vermelho escuro; O = amarelo, marrom, vermelho escuro.

Caráter óptico: uniaxial (+).

Valores de índices de refração nω = 2,605 - 2,613 nε = 2,899 - 2,901.

 

CARACTERÍSTICA DIAGNÓSTICA: Reconhecido pelo brilho adamantino, cor vermelha, traço claro e geminação.

 

OCORRÊNCIA: O Rutilo ocorre como mineral acessório em rochas ígneas de alta pressão e alta temperatura, em pláceres. É formado por processos magmáticos, metamórficos, hidrotermais e supérgenos, e encontrado em  granitos, nos pegmatitos graníticos, gnaisse, mica xistos, calcário metamórfico e dolomita e  em filões de quartzo. Pode ser identificado em muitos tipos de rochas  ocorrendo em rochas ígneas ácidas a básicas, metamórficas e em areias de praias ou rios.  Isso ocorre por causa da sua grande resistência mecânica e principalmente química.

 

USO: Usado como revestimento de hastes de solda. O titânio derivado  é usado em elétrodos, arcos voltaicos e como pigmento. Possui interesse gemológico.

 

Cristal de rutilo de Diamantina, Minas Gerais, Brasil. Dimensões: 12mm x 11mm x 4 mm. Tony Peterson. Mindat.org.

Fonte: Cristal de rutilo de Diamantina, Minas Gerais, Brasil. Dimensões: 12mm x 11mm x 4 mm. Tony Peterson. Mindat.org.

 

 

 

Referências:

RUTILE Mineral Data. Disponível em: http://webmineral.com/data/Rutile.shtml#.YKcem6hKjIV. Acesso em: 20 maio 2021.

RUTILO. 2021. Universidade de São Paulo. Disponível em: https://didatico.igc.usp.br/minerais/oxidos-hidroxidos/rutilo/. Acesso em: 20 maio 2021.

RUTILE. Hudson Institute of Mineralogy. Disponível em: https://www.mindat.org/min-3486.html. Acesso em: 20 maio 2021.

RUTILO. 2021. Museu de Minerais, Minérios e Rochas Heinz Ebert. Unesp. Disponível em: https://museuhe.com.br/mineral/rutilo-rutile/. Acesso em: 20 maio 2021.