Mineralogia

  • Hematita com Rutilo. Minerais do Setor I de Mineralogia (MCT). Cassandra Terra.

    Hematita com Rutilo. Minerais do Setor I de Mineralogia (MCT). Cassandra Terra.

A coleção de mineralogia do Museu foi iniciada com amostras trazidas por Claude-Henri Gorceix do Laboratório de Mineralogia e Geologia, fundado por ele no Rio de Janeiro. Cristais de diamante, minerais de urânio e amostras curiosas como a coleção de meteoritos e outros minerais raros estão presentes no acervo.

O setor de mineralogia é dividido em duas salas. Em exposição, na Sala 1, está o ouro preto, que deu origem ao nome da cidade, como também o topázio imperial, o euclásio azul, a coleção de quartzo em várias cores, cristais de berilo, como água-marinha e esmeralda, e muitas outras riquezas mineralógicas. 

Na Sala 2, além de conter uma exposição de minerais, é apresentada diversos materiais que possuem minerais como matérias-prima, tais como telhas e tijolos de argila, argamassas, PVC, micro-chips, espumas, cerâmicas, ferragens, esquadrias, dentre outros. Eles são indispensáveis ao bem-estar, à saúde e ao padrão de vida do ser humano. Em casa, no carro, no trabalho: o avanço tecnológico do nosso tempo se deve ao uso de minerais.

É importante salientar que o aproveitamento dos minerais pelos seres humanos deve ser feito de forma racional e sustentável, pois esses recursos naturais não são renováveis.

<embed>
Copy and paste this code to your website.