Cassiterita

Cristal de cassiterita com geminação em cotovelo. Rob Lavinsky. Mindat.org.

FONTE: Cristal de cassiterita com geminação em cotovelo. Rob Lavinsky. Mindat.org.

 

ÓXIDO SIMPLES DO GRUPO DO RUTILO

Fórmula: SnO

Cristalografia: Sistema Tetragonal, classe Bipiramidal ditetragonal.

Eixos Cristalográficos - Cassiterita.Índices de Miller - Cassiterita.

Fonte: Eixos Cristalográficos e Índices de Miller - Cassiterita.

 

PROPRIEDADES FÍSICAS:

Cor: Castanha ou preta, raramente amarela ou branca.

Brilho: Adamantino a submetálico e fosco.

Diafaneidade: Transparente para translúcido para opaco.

Tenacidade: Quebradiço.

Dureza: 6 - 7 (Escala de Mohs).

Clivagem: Duas direções de clivagem, uma direção imperfeita {100} e uma indistinta {110}.

Partição: {111} ou {011}

Fratura: Irregular e subconchoidal.

Hábito: Formam-se cristais prismáticos, curtos a longos, terminados em pirâmides. Possui hábito granular, maciço e reniforme, podendo ocorrer também como massas concessionárias ou com a aparência fibrosa radiada botrioidal. São frequentemente geminados em cotovelo (como o rutilo).

 

PROPRIEDADES ÓPTICAS 

Cor em lâmina: Incolor, Amarelo, Verde, Marrom, Laranja.

Pleocroísmo: Fraco.

Fórmula pleocroica: E = Amarelo, Cinza, Incolor, Verde, Vinho; O = Amarelo, Carmim, Marrom claro, Preto, Vermelho escuro.

Caráter óptico: Uniaxial (+), anomalamente biaxial.

Valores de índices de refração:  nω  = 1,990-2,010, nε = 2,093-2,100.

 

CARACTERÍSTICA DIAGNÓSTICA: 

Reconhecido pela densidade relativa elevada, brilho adamantino, traço claro e geminação em cotovelo.

 

OCORRÊNCIA: 

A cassiterita ocorre em rochas ígneas, pegmatitos, veios hidrotermais de alta temperatura, elúvios, colúvios, alúvios, pláceres e em cascalho. Dificilmente é encontrada em depósitos de metamorfismo de contato.  Às vezes aparece em pseudomorfose da hematita e do ortoclásio, e pode ser originada como produto da meteorização da estanita e da tealita. 

 

USO:

Principal minério de estanho, utilizado na fabricação de embalagens (folha-de-flanders). Também nas soldas, no metal Babitt e para polimento.

 

Cristal de cassiterita da Elsmore Tin Mine. New South Wales. Austrália. Tony Peterson. Mindat.org.

Fonte: Cristal de cassiterita da Elsmore Tin Mine. New South Wales. Austrália. Tony Peterson. Mindat.org.

 

 

REFERÊNCIAS

CASSITERITE Mineral Data. Disponível em: http://webmineral.com/data/Cassiterite.shtml#.YLpTmvlKjIV. Acesso em 04/06/2021.

CASSITERITA. 2021. Museu de Minerais, Minérios e Rochas Heinz Ebert. Unesp. Disponível em https://museuhe.com.br/mineral/cassiterita-cassiterite/. Acesso em 04/06/2021.

CASSITERITA. 2021.Universidade de São Paulo. Disponível em https://didatico.igc.usp.br/minerais/oxidos-hidroxidos/cassiterita-2/. Acesso em 04/06/2021.

CASSITERITE. 2021. Hudson Institute of Mineralogy. Disponível em: https://www.mindat.org/min-917.html. Acesso em 04/06/2021.